A divisão no PSDB é mais grave do que se pinta

privatariatucana

Saiu na Folha, na Coluna da Mônica Bergamo:

FAMÍLIA
José Serra afasta qualquer possibilidade de se reconciliar pessoalmente com Aécio Neves, embora militem no PSDB. O ex-governador de São Paulo acha que o mineiro está por trás do livro “A Privataria Tucana”, de 2011, em que negócios de sua filha, Veronica, foram esquadrinhados. Não perdoa.

FAMÍLIA 2
O autor, Amaury Ribeiro Jr., diz em um dos capítulos do livro que foi escalado por um jornal de Minas, ligado a Aécio, para levantar informações sobre arapongas que Serra teria supostamente colocado no encalço do mineiro. A partir daí, começou a pesquisar os negócios da família do paulista. Diz, no entanto, que fez isso por conta própria, “usando da liberdade conferida aos repórteres especiais” da publicação em que trabalhava.

Fora do Foco:

José Serra dá sinais de que fará por Aécio em 2014 o que Aécio fez por ele em 2010.

Se a coluna de Bergamo tiver precedência – e geralmente têm – a cidadela paulista fica mais receptiva as investidas de Eduardo Campos, que tem conversado com empresários de São Paulo.

Sem São Paulo, Eduardo já pode sonhar com o segundo lugar…

Sonhar, aliás, até a Marina pode.

Por Murilo Silva,

Anúncios

Sobre Murilo Silva

Jornalista por acidente.
Esse post foi publicado em Política, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A divisão no PSDB é mais grave do que se pinta

  1. Pingback: Cerra é candidato a eminência parda |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s