Thatcher fracassou

 

thatcher

Míriam: “soy loca por ti Maggie!”

Excelente artigo de Safatle na Folha:

“Não existe esse negócio de sociedade. Existem apenas homens e mulheres individuais, e há famílias.” Foi com essa filosofia bizarra que Margaret Thatcher conseguiu transformar o Reino Unido em um dos mais brutais laboratórios do neoliberalismo.

Com uma visão que transformara em inimigo toda instituição de luta por direitos sociais globais, como sindicatos, Thatcher impôs a seu país uma política de desregulamentação do mercado de trabalho, de privatização e de sucateamento de serviços públicos, que seus seguidores ainda sonham em aplicar ao resto do mundo.

De nada adianta lembrar que o Reino Unido é, atualmente, um país com economia menor do que a da França e foi, durante um tempo, detentor de um PIB menor que o brasileiro. Muito menos lembrar que os pilares de sua política nunca foram questionados por seus sucessores, produzindo, ao final, um país sacudido por motins populares, parceiro dos piores delírios belicistas norte-americanos, com economia completamente financeirizada, trens privatizados que descarrilam e universidades com preços proibitivos.

Os defensores de Thatcher dirão que foi uma mulher “corajosa” e, como afirmou David Cameron, teria salvo o Reino Unido (Deus sabe exatamente do quê). É sempre bom lembrar, no entanto, que não é exatamente difícil mostrar coragem quando se escolhe como inimigo os setores mais vulneráveis da sociedade e quando “salvar” um país equivale, entre outras coisas, a fechar 165 minas […]

 

Saindo do Foco:

Por Murilo Silva

No Bom Dia Brasil de hoje, com lagrimas nos olhos, Míriam Leitão cravou: “o legado é inquestionável”.

“Derrubou a inflação, diminuiu o deficit público…”

O que Míriam não conta é o que Tim Vickery conta e muito bem, nos 4 primeiros minutos do Redação SporTV de hoje.

Fez isso fechando escolas, hospitais e postos de trabalho, desindustrializando o país da revolução industrial.

Thatcher assumiu o poder em meio a decadência do Império, e essa decadência ela consolidou.

A opção pelo financismo – pelos bancos – levo a Inglaterra a perder de vez sua hegemonia econômica na Europa.

Perdeu para o modelo social-democrata francês e, sobretudo, para a economia lastreada na produção industrial da Alemanha.

Acertou ao perceber que o Estado pequeno que fundou não poderia se aventurar na falácia da globalização plena, na governança global, na moeda única – o Euro.

Um acerto relativo.

Já que foi o processo de desregulamentação do mercado difundido por ela e por sua cara metade americana, o presidente Reagan, que gerou a catástrofe européia – antes de mais nada, a derrocada do modelo criado por Thatcher e Reagan.

Anúncios

Sobre Murilo Silva

Jornalista por acidente.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Thatcher fracassou

  1. Pingback: “A bruxa morreu” é a musica mais tocada na Inglaterra nessa Vsemana |

  2. Pingback: Merkel a cinco votos do poder absoluto |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s