Política anti-drogas de Alckmin constrange FHC

do Poder Oline do iG:

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) vai propor na próxima terça-feira oito mudanças no projeto de lei 7663/2010 que altera o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas. A previsão é de que o texto seja votado na quarta (17).

Entre as mudanças, o projeto –que causou polemica entre políticos e instituições que cuidam de dependentes químicos- cria um cadastro de usuários de drogas e institui a internação involuntária do viciado. O projeto é de autoria de Osmar Terra (PMDB-RS) e Givaldo Carimbão (PSB-AL) é o relator.

Sampaio disse ao Poder Online que recebeu um telefonema do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) há dez dias, pedindo para que ele se debruçasse sobre o texto. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), é a favor do projeto.

Leia a integra da entrevista aqui:

Veja aqui que o secretário de Alckmin quer “Endireitar o Brasil”, e eles contam com Feliciano para isso. 

Veja também que a filha do governador é uma filantropa!

Anúncios

Sobre Murilo Silva

Jornalista por acidente.
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Política anti-drogas de Alckmin constrange FHC

  1. Pingback: Pau no usuário é inconstitucional, diz manifesto de ex-ministros |

  2. Pingback: A meritocracia da segurança pública em SP |

  3. Pingback: José Mujica pode ganhar Nobel por estatizar Maconha |

  4. Pingback: Maconha: “a new business plan” |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s