Não dá pra ser feliz…

 

Avante, cavaleiro andante!!!!

Por Bruno Pavan

Ter opinião não é uma coisa fácil hoje em dia.

Quer dizer, se você entrar na grande onda da diminuição do debate, é fácil sim.

Compartilhar imagem de que menor tem que se preso e já sabe o que faz. Qualquer ideia diferente disso quer dizer que você está defendendo bandidos.

Dizer qualquer coisa sobre a educação em São Paulo que está uma porcaria e desejar a morte de todos os tucanos. Mas se esquecer como o Governador da Bahia Jaques Wagner ou o aliado Cid Gomes no Ceará tratam os professores.

Você sai como a pessoa das “opiniões fortes” pro resto do mundo. Mas a sua argumentação não para de pé.

Este editor convive bem com suas incoerências. “Não quero a razão pois sei o quanto estou errado”, disse Gonzaguinha muito tempo atrás. Mas sinto no ar o momento em que o copo está cheio e qualquer desatenção pode ser a gota d’água.

A questão do Congresso querer interferir no poder judiciário foi discutida aqui nesta bela análise do sempre exato Murilo Silva.

Este blog, como explica em seu editorial, se considera à esquerda.

E sua posição contra a PEC pode mexer com os instintos mais primitivos dos que são mais governo que o governo.

Ao mesmo tempo, ao criticar os congressistas, é obrigado a lidar com respostas do tipo: “essa PEC é feita para os deputados que querem instaurar a república Bolivariana no Brasil”

Clique aqui para ler que o sistema eleitoral na Venezuela é o mais seguro do mundo.

A internet é o lugar onde se mais tem “certeza absoluta” (com o perdão do pleonasmo) por metro quadrado.

E a verdade absoluta é sempre a sua. É a ditadura da verdade própria.

Não se pensa que política não é Fla-Flu. Se apoia ou se critica como se reclamasse do impedimento na mesa do bar.

Dom Quixote teria preguiça das discussões sobre políticas hoje, pegaria o seu rocinante, seu amigo Sancho e voltaria para sua vila.

Lutar contra moinhos de ventos é tarefa menos inglória do que questionar as certezas da rede.

Anúncios
Esse post foi publicado em Brasil. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Não dá pra ser feliz…

  1. Pingback: Neo-conservadores: que saudades de você, Nelson Rodrigues! |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s