Neo-conservadores: que saudades de você, Nelson Rodrigues!

 

Perdoe-os, Nelson… Eles não sabem o que dizem!!!

Por Bruno Pavan

A moda hoje é ter opinião sobre tudo.

Dom Quixote preferiria brigar com os moinhos de vento à colocar alguma coisa na cabeça dos certezistas na rede.

A tática é o famoso “jogar para a torcida”.

Se você não tem muito conteúdo para embasar qualquer tese que for, lance uma frase polêmica, mas que não leva a lugar nenhum e pronto, ficará com fama de “politizado” ou, na pior das hipóteses, de “polêmico”.

“Feminista é mulher com falta de pinto”, “Tem que dar o peixe e não ensinar a pescar” ou “pleno emprego? Olha em volta aí pra você ver o pleno emprego” são algumas das frases que você pode soltar, sem provar nada, que te farão fazer sucesso.

Os nossos conservadores apelam cada vez mais pra isso.

Teorias absurdas, que não param em pé por um segundo, mas que rendem boas manchetes.

Dani Schwery, que já prestou grandes serviços aos mais atentos na internet (aqui e aqui) é uma grande adepta ao “jogar para a torcida”.

Neo-conservadora, como aquela que quer refundar a Arena, é “contra toda essa roubaleira do PT” e engajadora das redes sociais.

Mas Dani está preocupada: o PSDB não consegue colocar ninguém na rua.

E aí ela tem uma ideia brilhante: reúne uns amigos na praça de alimentação de um shopping e chama a militância tucana à luta contra o “Golpe comunista em 2014”.

Você não sabe o que isso significa, amigo reaça? Tudo bem, ela também não!

Mas, ela passa as palavras chaves pra dizer em um vídeo: “Contra o Golpe comunista em 2014”, “Diga não ao golpe vermelho que ocorrerá em 2014”, “Diga não ao segundo passo do PT” (nesse momento o sinal pra ela pegar o kit no Gendai toca, mas não se distraia, amigo reaça).

Pronto, o protesto está feito…

Esses são os mesmos que não entendem porque perdem eleição.

Como a Dilma pode ser eleita se ela não conhece ninguém que tenha votado nela? No esquenta do CarnaFaap, todo mundo odeia aquela terrorista. Na casa da Ju Alburquerque, ninguém nem sabe quem é…

Cada geração tem o Carlos Lacerda que merece!

Hoje nós temos que nos contentar com os OMORISTAS politicamente incorretos, roqueiros decadentes e patricinha revolucionária.

Ah, Nelson Rodrigues, se todos fossem iguais a você…

Ps.: como sempre digo, não acredite nesse quase insignificante editor, acredite em Marcelo Rubens Paiva, que teve seu pai morto pela ditadura militar.

Veja o vídeo do protesto:

Anúncios
Esse post foi publicado em Política e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s