As desapimentadas que me perdoem…

Encontre a pimenta...

Encontre a pimenta…

Por Bruno Pavan

Vivemos num mundo onde cada vez mais as pessoas querem respostas pra tudo.

Até mesmo coisas que não vão agregar nada a já tumultuada obrigação de ser humano precisam de respostas.

É o que na internet já virou o #apontaestudo.

Não nos damos bem com coisas que não sabemos de onde veio e onde vai dar e queremos ser metralhados por informações que, como disse Raul, servem só pra quem não sabe ler.

Mas o ser humano, essa forma tão sacana de vida, sempre vai colocar pedras no caminho que você, sentado aí com essa cara de conteúdo, não vai resolver.

Chamem os cientistas, a Nasa, o Bombeiro ou a pizzaria delivery, eles não vão saber responder.

Uma dessas pegadinhas é o sex appeal.

Ou, no português do Brasil, o borogodó.

O borogodó é a quela coisa a mais que aquela pessoa tem e que você não sabe muito bem o que é.

Não é o olho azul, o cabelo louro, a cor da pele, o decote, a calça jeans……..

É mais que isso.

O borogodó é aquela pimentinha que falta aos desapimentados.

Ela pode ter tudo no lugar: peitinho redondo, cinturinha fina, bundinha arrebitada, rostinho delicado.

Ele pode ter aquela postura imperial, o peito aberto, o cabelo de Super Homem…

Mas, quem nasce desapimentado, desapimentado permanecerá.

A pimenta vem do papai e da mamãe, lááááá de longe…

E normalmente é aquela coisinha “fora de lugar” que te chama atenção.

O andar com o pé aberto, aquela barriginha saliente, o cabelo despenteado ou as falhas na parte de trás da cabeça…

E não existe exercício na academia que te apimente.

A pimenta também não é hormônio que se tome como suplemento.

Ela tem a ver com seu jeito espontâneo de se vestir e o que você consegue passar com seus gestos.

Existe a pimenta daquela que sabe que é gostosa, mesmo tendo muitas outras que se encaixam mais naquilo que é belo pela sociedade.

Ela, graciosamente, ri de tudo isso e desfila pimenta por aí.

A pimenta daquele que sabe a letra certa do Chico pra te dizer naquela hora.

A pimenta daquela que vai discordar naquela hora que você estava se achando o senhor da razão.

Sua barriga negativa não se cria por aqui.

Ah. Tampouco o seu moralismo.

Se você é daqueles que acham que pimenta tem a ver com o fato da mulher não dançar funk: você não entedeu nada!

E pra terminar, pego emprestado verso de Vinícius de Morais para dizer as desapimentadas: “você é uma mulher só linda? E daí???”

Anúncios
Esse post foi publicado em Crônicas e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para As desapimentadas que me perdoem…

  1. Gilberto disse:

    matou a pau!

  2. Pingback: Quem foca demais, dança de menos |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s