Nassif: O fim da louca aventura de Eike

Eike e uma ação da OGX

Eike e uma ação da OGX

Deu no Blog do Nassif:

A grande ambição de Eike não era se tornar um Warren Buffet, um Paul Getty ou um bilionário vulgar: era ser um Eliezer Baptista, seu pai, um dos fundadores do Brasil moderno.

Eike foi criado em um ambiente em que se pensava o Brasil, o Rio dos anos 50 e 60 onde conviviam visionários, juristas, políticos, financistas que celebravam o Poder, e não apenas a riqueza.

Era esse reconhecimento que Eike ambicionava e o que o levou a não se conformar de ser apenas bilionário.

Ele foi um fenômeno de mercado, primeiro, para depois se tornar um dos “campeões nacionais” apoiados pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Vários fatores contribuíram para isso:

1. A explosão do Brasil no mercado internacional, depois da crise de 2008, e a percepção de que a infraestrutura brasileira se tornaria um dos investimentos mais atrativos para o capital financeiro.

2. O sucesso de Eike nas suas primeiras investidas internacionais, atraindo capital canadense e britânico para suas minas de ouro e ferro.

[O pai de Eike, Eliezer Batista, foi ministro das Minas de Energia do governo João Goulart. Foi duas vezes presidente da Vale do Rio Doce, foi o pai do Projeto Carajás. Será que ele conhecia o mapa da mina? – clique aqui para ler sobre a vossa excelência, o Consultor – observação do FdeF].

3. A enorme liquidez internacional, fruto da política norte-americana de estímulos monetários.

4. O apoio expresso do governo, que há anos sonha com os grandes empreendedores articulando capital privado para as obras de infraestrutura.

5. O sonho de novo Eldorado, trazido pelas descobertas do pré-sal.

6. A visão estratégica de Eliezer Baptista

***

Todas as empresas de Eike formavam um todo lógico em torno da petroleira OGX. Os poços justificariam os estaleiros, os portos, com os investimentos de tal forma amarrados entre si, que o fracasso da nave mãe, a OGX, levaria os demais a pique.

Para a engrenagem funcionar, haveria a necessidade do cumprimento de cronogramas rigorosos, que permitissem a geração de caixa em tempos exíguos […]

***

Com o tempo, ficaram nítidas algumas características preocupantes na personalidade de Eike: um deslumbramento com o próprio sucesso e com a própria riqueza.

O primeiro sinal de debilidade administrativa foi quando seu principal executivo, Rodolfo Landim, tirado a preço de ouro da Petrobras, pediu as contas. Foi só aí que o estilo pouco gerencial de Eike passou a ser levado a sério pelo mercado.

***

Tudo poderia ter sido superado se a OGX de fato produzisse petróleo. Mas, depois de diversos factóides, da divulgação de relatórios otimistas sobre sua capacidade e, depois, da constatação de que não conseguiria ser viável, ruiu o mundo de Eike.

O desastre não afetará o país. Mas atrasará a gana dos investidores em buscar projetos grandiosos, à altura do que é exigido nos investimentos de infraestrutura.

Saindo do Foco:

Murilo Silva

Ao contrário do que tem se pregado nos jornais, Eike não é o Brasil.

Não é o “fim de uma era”, como disse o Jornal da Globo essa semana.

É o fim de uma aventura, e nada mais.

Quanto às agências de risco – aquelas mesmas que permitiram a bolha de 2008 – e que aproveitam a situação para especular contra o país, contra o investimento saudável – sobre elas fico com outro blogueiro, Paulo Henrique Amorim: “lá no Alemão,  quando se fala em “análise de risco” é para discutir se o Flamengo ou o Vasco vão para a segundona”.

Anúncios

Sobre Murilo Silva

Jornalista por acidente.
Esse post foi publicado em Economia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s